Como Cultivar, Tipos, Espécies

Como Cultivar, Tipos, Espécies

Como você pode ver, existem milhares de espécies de orquídeas e cada uma têm a sua característica peculiar. Orquídea Véu-de-Noiva é conhecida por suas grandes flores brancas, que crescem em abundância.

Criada por meio de cruzamentos de diferentes orquídeas, a flor tem aroma adocicado – algo como baunilha – e a coloração pode variar em tons terrosos. Você com certeza já ouviu falar dessa orquídea, que também é conhecida como orquídea mariposa. Sabemos disso porque, apesar de serem originárias do continente asiático, essa é uma das espécies mais populares no Brasil. Elas podem durar até três meses e florir em qualquer época do ano. As Cattleyas são muito populares e possuem uma grande variedade de cores, muitas possuem cores contrastantes. Possui flores bem brancas e uma haste floral tão fina e longa que dá a impressão de que a flor está suspensa nas árvores. Suas flores, que têm cheiro de maçã, encantam pelo visual exótico.

Este tipo de orquídeas é bem popular nos jardins de todo mundo. Tanto que é uma das espécies mais vendida em território brasileiro. Bem chamativa devido a sua cor roxa, a Cattleya costuma vegetar principalmente em galhos de árvores e troncos.

Orquídeas

Essa da imagem é a Masdevallia, que é da América do Sul e famosa pelas flores em formato triangular. Orquídea vanda chama a atenção por conta das suas raízes curiosas – que podem chegar a até 4 metros de comprimento! A rega é uma das principais dúvidas em relação ao cultivo de orquídeas.

tipos de orquídeas

Curiosidades Sobre Orquídeas

De acordo com especialistas, o roxo simboliza a purificação, por isso essas espécies são perfeitas para o cultivo em áreas internas, como salas de estar e áreas de meditação. Entre as principais variações, as vandas e as cattleyas possuem várias espécies com essa cor. Uma das únicas orquídeas que não possuem somente o uso ornamental é a espécie do gênero Vanilla que produz a baunilha. As Vanillas são tipos de orquídeas terrestres muito famosas pelo aroma de seus frutos e das flores que vão do amarelo ao esverdeado, deixando o jardim ainda mais especial. E você sabia que existem cerca de 35 mil espécies espalhadas por todo mundo? Se você, assim como nós, é um apaixonado por flores, precisa ver a seleção especial que mostramos a seguir com vários tipos de orquídeas. Também conhecidas como orquídeas-joias, as orquídeas Ludisia formam um gênero raro com apenas uma espécie.

Vespas E Percevejos São Usados Como Agentes De Controle Biológico Em Plantações

A Ludisia discolor pertence ao grupo popularmente conhecido como orquídeas-joia, sendo esta a mais popular no Brasil. Diferente da maioria das orquídeas, a Ludisia discolor possui folhas aveludadas e se enquadrando até mesmo como uma suculenta. Sua inflorescência ocorre no final do inverno, de maneira que, em longas hastes brotam pequenas flores, brancas, carnosas e delicadas.

Nas nossas terras florescem cerca de 3500 espécies diferentes de orquídeas. Originária da Sumatra, a espécie violacea gosta de viver em árvores, mas também pode ser cultivada em vasos. Suas principais características são o formato pontudo de suas pétalas, a cor violeta de suas flores, seu perfume forte e suas folhas verdes largas. Apesar de o exemplar mais comum ser roxo, possui variações que dão flores brancas e azuis.

Como Plantar Orquídeas

Você vai notar essa necessidade ao perceber o excesso de raízes da planta e quando o substrato não estiver mais absorvendo a água da rega. Nesse caso, retire cuidadosamente o substrato antigo e remova raízes secas e velhas. Em seguida, coloque sua orquídea em outro vaso com substrato novo. As orquídeas podem ser cultivadas em vasos, no jardim ou penduradas na estrutura de um caramanchão, por exemplo.

As orquídeas negras são consideradas uma das plantas mais bonitas do mundo por apresentar cores incomuns nas suas flores. Um detalhe interessante é que ao contrário do nome, suas cores não são negras, mas vermelhas bem escuras. As orquídeas precisam de luz natural para se manterem bonitas orquídeas phalaenopsis e saudáveis, mas isso não quer dizer exposição direta ao sol. No entanto, a ausência de luz também é prejudicial para as orquídeas. O ideal é que elas sejam colocadas em um local fresco, arejado e com bastante luz indireta, assim como ficam na natureza, sempre à sombra de uma árvore.

Deixe um comentário