Tráfego Orgânico X Tráfego Pago

Tráfego Orgânico X Tráfego Pago

Assim, depois dessas ações, é possível trabalhar o público que já foi impactado inicialmente com essas campanhas e transformá-lo em compradores. Lançamento de um novo produto, um material exclusivo que acabou de chegar no site, uma promoção ou algo esporádico que terá tempo certo para começar e acabar, você pode usar a estratégia de compra de tráfego. É claro que você pode ter apenas estratégias orgânicas para divulgar seu negócio.

Tráfego pago é o nome dado para estratégias pagas que buscam levar audiência qualificada para uma página na internet, a partir de anúncios em sites. Os resultados do tráfego orgânico levam mais tempo para aparecer do que aqueles obtidos com o tráfego pago. Lembre-se de que produzir conteúdo de qualidade demanda tempo e formula negócio online requer periodicidade, já que isso também é levado em consideração pelos algoritmos dos buscadores na hora de fazer o ranqueamento. Em um plano de marketing digital você irá documentar características do mercado, quem é sua persona, quais são seus objetivos, quais canais irá utilizar e como você irá mensurar resultados.

Além de tudo o que já foi citado, uma parte importante do planejamento é o quanto você pode investir no momento. Assim, começando sua campanha de forma organizada, conhecendo bem cada um dos pontos citados, serão maiores as suas chances de obter conversões de vendas. Em 2012, o pesquisador Adam kramer demostrou que é possível “transferir estados emocionais” para outras pessoas através daquilo que elas veem online. Assim, quando for variar a sua mensagem, procure mudar o máximo possível. Desse modo, você dá uma nova cara aos seus anúncios e mantem o consumidor interessado. Assim, sempre que um comprador acaba adquirindo um produto por conta de uma propaganda muito exagerada, ele termina se sentindo frustrado ao ver que o produto não atende às suas expectativas como o prometido.

Tráfego Pago Para Iniciantes: Dicas E Estratégias

Dessa forma, ficará muito mais fácil entender qual melhor caminho a seguir e, mais importante ainda, saber se seu projeto está ou não está dando certo. Uma estratégia de tráfego pago irá fazer com que o número de visitantes nas suas páginas aumente e, consequentemente, ajuda a tornar sua marca mais conhecida. Você sabe exatamente o que é, como funciona e quais as melhores fontes desse tipo de tráfego? O “receber” é no sentido de para onde você deve direcionar os seus anúncios. Como eles têm um custo, o ideal é que conduzam para páginas de conversão ou até mesmo para o fechamento de vendas.

qual melhor tráfego pago

Marketing De Varejo: O Que É E Quais Estratégias Podem Ajudar Sua Marca

No entanto, o tráfego pago não deve ser o início do seu marketing, ele deve ser a consequência de um marketing estratégico e planejado. O Facebook Ads é a plataforma que possibilita veicular anúncios no próprio Facebook, bem como no Instagram e sites da internet. Campanhas de anúncios online quase nunca obtém sucesso de primeira, pelo contrário, exigem muita paciência e testes A/B. Para isso, é importante desenvolver uma estratégia de marketing de conteúdo, como a 21BRZ realiza em nosso Youtube, por exemplo. O Tráfego Orgânico é aquele que vem por meio dos sites de buscas, como Google, Bing, ou Yahoo! A estratégia para atrair Tráfego Orgânico é chamada de SEO, ou seja, otimização para motores de busca.

Conheça As Melhores Ferramentas De Tráfego Pago

Para isso, as empresas podem utilizar as estratégias de tráfego orgânico e tráfego pago para aumentar o número de visitas no site através das pesquisas feitas nos mecanismos de busca como o Google e Yahoo. Tudo isso só é possível pela capacidade de segmentação dos seus anúncios em mídia paga. Já o tráfego pago é uma estratégia que utiliza a mídia paga para a divulgação de um negócio. Ou seja, uma loja virtual precisa pagar para ter os seus anúncios exibidos em uma determinada página.

Já os resultados pagos são o foco de empresas que querem ter resultados rápidos de vendas, um alcance maior ou aumentar a visibilidade da marca. Começando pelo Facebook, que é a rede mais utilizada no mundo, o pré-requisito para criar um anúncio na rede é que o negócio tenha uma página ao invés de um perfil pessoal. O Facebook Ads também permite acesso a outras mídias, como Stories, Instagram e Messenger. Sabe quando você faz uma busca no Google e os primeiros resultados são identificados com a tag “Anúncios”? Pois bem, sempre que uma pessoa clica em um desses anúncios é direcionada para um site.

Ao pesquisar uma palavra-chave de interesse no Google, visualizamos primeiro os resultados patrocinados, depois os resultados orgânicos, e por fim uma nova seleção de resultados patrocinados. Se a keyword é transacional, um carrossel de produtos patrocinados é exibido no alto da página. Semelhante ao Instagram, o Facebook Ads possibilita uma segmentação mais detalhada do público que se quer alcançar. Por isso, é uma estratégia bastante usada por empresas e que pode gerar resultados incríveis para a sua loja. Além disso, no tráfego orgânico é preciso um pouco mais de paciência, uma vez que o retorno demora mais para acontecer. Já no tráfego pago, o retorno é imediato, o que impacta de forma mais rápida no seu negócio.

Nessa plataforma, é realizado um leilão, em que o site que aparecerá na primeira posição será aquele que deu o maior lance e que possui mais relevância. Enquanto no Custo por Mil Impressões, você vai pagar por cada mil vezes que o seu anúncio for exibido. Com o acompanhamento constante dos resultados você será capaz de impulsionar o seu retorno e obterá sucesso nas suas ações. Por outro lado, se seu anúncio é para uma campanha promocional, como uma queima de estoque, a indicação de compra pode ser um sucesso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *